Biblioteca

 

Biblioteca Dante Alighieri é um espaço destinado ao acesso e produção da informação, troca de experiências, aquisição da cultura e conhecimento. São produtos e serviços preparados para atender alunos, professores, funcionários, pais dos alunos, ex alunos, comunidade em geral.

O acervo é composto por obras em italiano, português, inglês, francês e espanhol, abordando diversos assuntos e formatos, que são selecionadas previamente a fim de atender ao projeto pedagógico da escola e à faixa etária de seu público. A atualização do acervo ocorre constantemente com a aquisição de novidades que o mercado lança nas áreas infantil, juvenil, pedagógica e educacional.

Para a organização utiliza-se o código de cores, proporcionado a melhor visualização na localização das obras.

O espaço físico é composto pelas seguintes áreas:

  • Sala de estudo individual – composta por cabines individuais, o cliente tem um ambiente confortável para a execução das atividades escolares.
  • Sala de estudo coletivo – destinado ao trabalho em grupo.
  • Sala de literatura infantil – destinada aos alunos da Educação Infantil, neste espaço são contadas histórias, os alunos fazem a seleção dos livros que desejam levar como empréstimo e trocam informações entre si sobre as obras que já leram. A seleção das obras é supervisionada é orientada pela Maestra e pela Bibliotecária.
  • Sala Carpe Diem – destinada à edição do periódico Carpe Diem
  • Sala para os clientes externos – é um espaço para estudo e pesquisa de acordo com as regras previstas em regulamento.

– destinada aos pais dos alunos, alunos do Curso de Línguas e convidados a partir de 13 de abril de 2016.

 destinada a comunidade em geral a partir de 01 de agosto de 2016.

A equipe é formada por profissionais integrados à dinâmica escolar, preparados para orientar os clientes em suas pesquisas e na seleção de obras para leitura, informando-os sobre qual tipo de literatura é indicada para seu perfil e faixa etária, respeitando as diferenças, gostos individuais e a linha pedagógica adotada pela escola.

As normas para empréstimos e outros serviços se encontram no Regulamento da Biblioteca nos idiomas  italiano e português.

A Biblioteca  funciona de segunda a sexta- feira no horário de 07h30 às 17h45.

Entre em contato conosco através do e-mail biblioteca@fundacaotorino.com.br ou ligue para 3289-4237.

 

 

 

 

 

 

 

 Os 10 museus mais visitados do mundo

Pesquisa da Themed Entertainment Association divulga o ranking dos museus mais visitados do mundo no ano de 2016

 

A organização Themed Entertainment Association (TEA), dos Estados Unidos, divulgou recentemente uma lista dos 10 museus mais visitados do mundo. O levantamento foi feito com base no número de visitantes que frequentaram os principais museus do mundo no ano de 2016.

A pesquisa é feita todo ano pela TEA através da Museum Index, um índice que lista as melhores atrações de entretenimento e os melhores museus de cada ano. O estudo mostrou que em 2016, aproximadamente 107, 8 milhões visitantes frequentaram os principais museus da Europa, América do Norte e Ásia, mostrando um aumento de 1,2% se comparado com o ano de 2015.

Veja quais são os 10 museus mais visitados do mundo, de acordo com o Themed Entertainment Association:

1. Museu Nacional da China, Pequim

O Museu Nacional da China, situado a leste da Praça da Paz Celestial, ganhou o título de museu mais visitado do mundo após a pesquisa feita pela TEA. Inaugurado em 1959, o museu é reconhecido pelas diversas obras que contam um pouco sobre a história da cultura chinesa e as antigas dinastias. Com um acervo de aproximadamente um milhão de itens, o espaço conta com peças raras que incluem objetos de bronze e porcelana, além de artefatos de jade e ilustrações de época. Apenas em 2016, houve um aumento de 3,6% de visitantes.

2. Museu do Ar e Espaço, Washington DC

Situado em Washington, DC, o Museu de Ar e Espaço detém a maior coleção de aeronaves e naves do mundo. Dentre as milhares de espaçonaves do Museu, as que mais se destacam são a Wright Flyer de 1903 (primeira aeronave motorizada projetada e construída pelos irmãos Wright) e a famosa Apolo 11, primeira espaçonave a levar seres humanos até o satélite natural da Terra. Uma das principais atrações do local é a oportunidade de conhecer o interior de um ônibus espacial. Em 2016, o museu recebeu aproximadamente 7,5 milhões de visitantes, o que lhe deu a segunda posição do ranking dos museus mais visitados do mundo.

3. Museu do Louvre, Paris

Fundado em 1973, o Museu do Louvre, na França é um dos mais famosos e importantes do planeta. Com um acervo de mais de 30 mil obras, no Louvre é possível encontrar os quadros mais aclamados pelos amantes da arte como a “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci, a “Balsa da Medusa”, de Théodore Géricault, e esculturas como “Os Escravos”, de Michelangelo. Em 2016, o museu recebeu mais de 7,3 milhões de visitantes.

4. Museu Nacional de História Natural, Washington DC

O Museu Nacional da História Natural, localizado em National Hall, possui um dos acervos mais ricos do mundo totalizando mais de 125 milhões de espécies de plantas, animais, rochas, fósseis, minerais e objetos culturais humanos. O prédio possui três andares, sendo o térreo a parte onde é feita a venda de souvenires e a exposição de pesquisas relacionadas ao museu, e o primeiro e segundo andar onde a sua coleção está concentrada. Em 2016, houve um aumento de aproximadamente 2,9% no número de visitantes, de acordo com o estudo da TEA.

5. Museu Metropolitano de Arte, Nova York

O Metropolitan, que já foi o segundo museu mais visitado do mundo em 2012, baixou para a quinta posição no ranking da TEA, após a análise do número de visitantes (que atingiu mais de dois milhões só no ano passado). O Museu Metropolitano de Arte, ou simplesmente Met, é conhecido pela diversidade de obras que possui. Abriga uma grande galeria de pinturas europeias do século 18 e 19 de artistas famosos como Rembrandt, Van Gogh, Monet e Cézanne. Além disso, as obras dedicas as Américas, a África e ao Oriente Médio são os principais destaques para quem visita o Metropolitan.

6. Museu Britânico, Londres

Fundando em 1753, o Museu Britânico foi o primeiro grande museu público, gratuito, secular e nacional de todo o mundo. Nele, peças como o “Mármore Egin”, “Pedra de Rosetta” e os fantásticos bronzes de Benin são os principais atrativos do local. De acordo com o levantamento da TEA, aproximadamente 6,4 milhões de visitantes estiveram no museu em 2016.

7. Museu de Ciência e Tecnologia de Xangai, Xangai

Inaugurado em 2001, o Museu de Ciência e Tecnologia de Xangai é um dos mais novos do ranking. Ainda assim, ele tem feito grande sucesso, principalmente pela arquitetura moderna e as exposições interativas. O espaço conta ainda com quatro salas de cinema diferentes (MAX 3D Theater, o IMAX Dome Theater, Iwerks 4D Theater e o Space Theater) onde adultos e crianças podem assistir filmes ligados a ciências e outros assuntos relacionados à vida na Terra. Em 2016, o museu recebeu 6,2% a mais do número de visitantes em relação a 2015.

8. Galeria Nacional, Londres

Inaugurado em 1838, a Galeria Nacional em Londres possui uma vasta coleção de mais de 2300 pinturas de artistas, desde os do século 13 até os do início do século 20. É uma das atrações mais visitadas do Reino Unido, perdendo apenas para o Museu Britânico (já citado acima) em número de visitantes por ano. Entre as obras de arte em exposição as que mais se destacam são: “O Sepultamento de Cristo”, de Michelangelo, “Vênus e Marte”, de Boticelli, e “Girassóis”, de Van Gogh. A pesquisa listou a Galeria na oitava posição do ranking de museus mais visitados do mundo, com um público total de 6,2 milhões de pessoas em 2016.

9. Museus Vaticanos, Cidade do Vaticano

Considerado um dos maiores e mais ricos do mundo, os Museus do Vaticano possuem um dos acervos mais importantes da humanidade. Lá estão presentes obras de grandes artistas como Van Gogh, Matisse, Giotto di Bondone, entre outros. Com nome grafado no plural, o espaço é conhecido por ser um conjunto de pequenos museus reunidos e instalados nos antigos aposentos dos palácios que pertenceram aos Papas de outras épocas. De acordo com a pesquisa, houve um aumento de 1,1% do número de visitantes do local em 2016.

10. Tate Modern, Londres

Fundado em 2000, o Tate Modern, em Londres, é um dos principais museus de arte contemporânea do mundo. Localizado em uma usina termelétrica desativada do distrito de Bankside, o museu é um dos passeios favoritos dos amantes da arte moderna. Além de ser gratuito, o espaço possui os melhores exemplares de cada movimento artístico do século 20. Recentemente, o Tate Modern registrou um aumento significativo de seus visitantes, chegando a 23,9% no último ano. A justificativa para o aumento do número de visitantes pode ser associada a inauguração do novo prédio, conhecido como Switch House. Além disso, a assessoria de imprensa do museu divulgou que exposições como a “Retrospectiva de Tate Britain’s David Hockney”, bateram recordes de visitação atraindo mais de 470,000 visitantes para o Tate.

Fonte: http://viagemeturismo.abril.com.br/materias/os-10-museus-mais-visitados-do-mundo/