Notícias

Bem-vindos a mais um ciclo de aprendizado de seus filhos!

* Discurso da Diretora Geral Márcia Naves, durante a Festa de Encerramento da Educação Infantil, realizada em 14/06/2017.

 

Estimada Cônsul Aurora Russi, prezados senhores, senhoras e crianças, boa noite!

Vestir-me de Rainha de Copas sempre foi um desejo, hoje realizado com grande preocupação… Perguntei para a Paula (Orientadora Educacional da Materna) se as crianças não me veriam como uma pessoa má, louca… mas Paula me tranquilizou dizendo que as crianças sabem que ela não é má… ela só caiu e bateu a cabeça. Enfim, a ideia é trazer a fantasia, o desejo de sermos eternas crianças, de vencermos o tempo. Mas vencer o tempo não é tarefa fácil… Segundo Shakespeare, vencer o tempo é perda de tempo. Sobre o tempo ele escreveu:

“Igual vencer moinhos de vento,
querer vencer o tempo é perda de tempo.
Mas existe um jeito …
um filho e um filho do nosso filho
movem o moinho da vida e do tempo.”

Estamos aqui vencendo o tempo com mais uma geração de formandos. Celebrar este dia é celebrar a primeira formatura de várias que eles terão pela vida, é mover o moinho da vida e dos dias que passam. Bem sabem os avós que já são vencedores dessa batalha ao se depararem com o filho do seu filho formando na Scuola Materna.

Vencer o tempo significa também ir para a Scuola Elementare! Agora eles deixam aquele espaço materno e ingressam na vida escolar junto aos meninos mais velhos… de 7, 8 e 18 anos. Para eles, a magia começa ao receberem a senha de entrada pela catraca. Palavra nova no vocabulário que será soletrada com tremor na língua – catrrrraca.

E os pais? Aos pais sobra o abraço e o beijo, antes da catraca. Ficam impedidos de acompanhar até a sala, ficam parados na catraca. Eles não têm senha! E agora? Como será? Vão cuidar bem dos nossos filhos? Eles agora terão que frequentar o restaurante? Como eles vão fazer tudo isto? É muita coisa e eu… fiquei pra trás da catraca…

A notícia boa é que eles serão muito bem cuidados, antes e depois da catraca, e essa é apenas a primeira catraca que os impedirão de acessar os novos limites dos seus filhos. Mas um mundo novo, depois da catraca, surge. Um mundo onde eles se tornam mais autônomos, protagonistas únicos de uma história. E aí, como autores já capazes inclusive de escrever, iniciam os registros das descobertas.

Viver e ver o desenvolvimento diário dessas crianças é estar em uma janela privilegiada da vida. Privilégio de educadores que presenciam as mudanças geracionais a cada novo ano. Como observadores, além de educadores, vemos o desenrolar da evolução das gerações a cada artefato e tecnologia inseridos na rotina. Quando contamos que na nossa infância não existiam selfies, as crianças se assustam com a impossibilidade de registrar imediatamente os momentos especiais – quer dizer que a gente ia lá em cima, num lugar legal, e não tirava selfie?

Pois é, talvez seja esta a maior catraca entre eles e nós: a catraca da mudança do tempo. Mais do que viver em uma era de mudanças, estamos vivendo uma mudança de era. Esta nova era é marcada pela velocidade das mudanças em ritmo exponencial.

Como pais e educadores, temos a obrigação de estar bem mais atentos às mudanças, pois nossos filhos já se encontram em um mundo muito diferente do que nós conhecemos. Novas habilidades e ritmos são demandados. Para nós, eles estão ansiosos; para eles, nós somos lentos. Nada errado, tudo certo.

O importante dessa história é que aprenderemos muito com eles, com o mundo deles. Para tanto, precisamos acreditar nas escolhas, nos caminhos que traçamos, nos valores que acreditamos. E, aqui, peço a vocês confiança. Confiança na escola que escolheram para seus filhos, por acreditarem em nosso projeto pedagógico e em nossa filosofia de criar cidadãos do mundo.

Bem-vindos a mais um ciclo de aprendizado de seus filhos!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Instruções para renovação da matrícula online

1º PASSO: ACESSO AO SITE

. No home page do portal da Fundação Torino clique na imagem da rematrícula ou no botão abaixo.
Dica: Somente o responsável financeiro pode realizar a renovação de matrícula do aluno.
. Digite o Código de Acesso: #código#, para o Aluno: #nome do aluno#
. Para o primeiro acesso a senha é o número do CPF do responsável financeiro (sem pontos).

 

2º PASSO: ACESSO A REMATRÍCULA

Na janela do Menu, clique em Rematrícula > 2017 – Período > Assistente de Rematrícula.
Leia atentamente cada Passo e clique em “Próximo” quando terminar.

 

3º PASSO: CONTRATO E ACEITE

O Contrato deve ser lido com atenção e ao final o Responsável precisa marcar a opção “Aceito os termos do atual contrato”.

Clique em “Próximo” para finalizar o processo de rematrícula.

Após clicar em “Próximo”, a matrícula estará concluída.

 

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Central de Rematrículas da Fundação Torino:
Telefone: 3289-4258
Email: matricula@fundacaotorino.com.br

 

 

Le scuole del mondo: visita ao museu escola.

Com o intuito de concluir o projeto “ Le Scuole del mondo” da 4ª Elementar, nos dias 6 e 7 de junho de 2017, os alunos visitaram o Museu da Escola, mais conhecido como Museu Ana Maria Casasanta Peixoto.  A visitação foi uma viagem no tempo na qual eles aprenderam sobre a história da educação por meio de exposições, mobiliários, objetos escolares, livros, cadernos, cartazes, cartilhas, mapoteca, manuais de ensino, fotografias, documentos textuais e arquivo de depoimentos orais, preservando assim a memória da educação.

Comunicado de Renovação de Matrícula – 2017/2018

A partir da presente data, 24/05/2017, está disponível para os pais/responsáveis, na área restrita do site da Fundação Torino, o comunicado com as informações para a renovação de matrícula do ano escolar 2017/2018.

Para visualizá-lo, efetue login e acesse o menu Comunicados à Família/ Comunicados Gerais.

 

Exposição Objetos Raros da 2ª Guerra Mundial

Um dos mais complexos episódios da humanidade, a Segunda Guerra Mundial é composta por múltiplos elementos, tanto humanos quanto materiais. Centenas de objetos dessa história de tensão e esperança poderão ser conferidos numa exposição no Centro Cultural da Fundação Torino, de 24 de maio a 9 de junho. A mostra, resultado do trabalho desenvolvido pelos alunos durante a “Feira da Cultura” deste ano, contém mais de 300 artefatos ligados ao conflito, pertencentes ao acervo particular do ferroviário Carlos Daher, 53 anos.

Os visitantes terão a oportunidade de conhecer objetos usados em diversas frentes de ação. “Além de viaturas e de equipamentos para os veículos em combate, há réplicas de armas de airsoft, baionetas e facas. Há, também, instrumentos óticos, como binóculos e miras, vestuários de unidades importantes durante a guerra, medalhas de diversos países, kits individuais de soldados e uma série de artefatos usados nos postos médicos”, esclarece Carlos. Poderão ser encontrar, ainda, um posto médico similar aos dos fronts de batalha.

A coleção de Carlos Daher – hoje, com mais de 1.600 itens – nasce não apenas de seus interesses pessoais, mas, principalmente, do desejo de compreender a natureza das ações humanas: “Tive parentes que fugiram da Europa, durante o conflito, em direção ao Brasil. Ao longo dos anos, à medida que estudava o tema, crescia minha vontade de entender por que os seres humanos são capazes de fazer certas coisas com seus semelhantes. Por que não podemos resolver as coisas, simplesmente, por meio de conversas?”, destaca o ferroviário, ao lembrar a dificuldade de conceber certas barbaridades do exército alemão. “Como é possível desumanizar a pessoa de que você não gosta?”, completa.

No que diz respeito aos mecanismos de comunicação do front, a exposição conta com peças preciosas – e ainda em funcionamento. Há três grandes grupos de rádio, usados no Pacífico, na aviação e nos campos de batalha. Trata-se dos melhores rádios usados na guerra. Um item exposto que desperta bastante a curiosidade é um traje de voo de grande altitude, para uso em bombardeiro. “Com ele, é possível suportar temperaturas de até 54 graus abaixo de zero. A roupa é coberta com couro e revestida com pele de carneiro. Não temos notícia de outro item como este na América Latina”, conta Carlos Daher.

Segundo o diretor didático brasileiro da Fundação Torino Escola Internacional, Marcus Vinícius Leite, a ideia da exposição deste acervo de Carlos Daher surgiu em uma das visitas dos alunos do oitavo ano do Ensino Fundamental ao Museu da FEB, do qual Carlos é um dos diretores. O tema, desenvolvido pelo grupo de estudantes para a Feira da Cultura deste ano, foi “O Brasil na Segunda Guerra Mundial”, e o colecionador ofereceu em empréstimo parte de seu acervo. “Diante de objetos tão raros, não pensamos duas vezes em abrir essa mostra também para a comunidade e proporcionar essa experiência ao público em geral”, conta o diretor.

A entrada é gratuita.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Educação para Paz

O mês de abril, comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola. Na Scuola Materna foi trabalhado com as crianças o tema da Páscoa, a EDUCAÇÃO PARA A PAZ.

Os alunos foram levados a refletir sobre como acolher e respeitar as diferenças, compreendendo melhor o contexto de uma Educação para a Paz, que privilegia a convivência com o outro.

Foi produzido um clip ´sobre situações cotidianas, que demonstravam laços de amizade, companheirismo, partilha, solidariedade, dentre outros. Durante 3 dias, as famílias foram recebidas no Auditório da Fundação Torino para assistirem à apresentação de Páscoa e prestigiaram os pequenos caracterizados de coelhinhos e coelhinhas, que fizeram uma apresentação memorável com músicas sobre o tema, nos idiomas italiano, inglês e português.