Quartas Italianas: “A música no Renascimento: Palestrina e a Escola Romana”

MÚSICA RENASCENTISTA ITALIANA É TEMA DO ÚLTIMO “QUARTAS ITALIANAS” DO ANO, NA CASA FIAT DE CULTURA

Musicista e professora da Fundação Torino, Clarissa Sodano, fala sobre a contribuição dos renascentistas para o mundo da música e destaca o compositor Giovanni Palestrina

No dia 6 de dezembro, das 19h30 às 21h, a Casa Fiat de Cultura realiza o último encontro do ano do projeto Quartas Italianas, que, nesta edição, conta com temas voltados para a história e a cultura de Roma, capital da Itália. A musicista e professora da Fundação Torino Escola Internacional, Clarissa Sodano, apresenta “A música no Renascimento: Palestrina e a Escola Romana”, e destaca o trabalho do compositor Giovanni Pierluigi da Palestrina, que fez carreira em Roma e no Vaticano e é conhecido como mestre da polifonia. A palestra tem entrada gratuita, com espaço sujeito à lotação (200 lugares). A distribuição de senhas começa às 18h30.

Na história da música, o termo “Escola Romana” se refere a uma série de compositores em Roma nos séculos XVI e XVII, da Renascença tardia ao Barroco, que deram relevantes contribuições a gêneros como a ópera, o oratório, a cantata e a música instrumental. O compositor que melhor representa esta Escola é Giovanni Pierluigi da Palestrina, que trabalhou para a Igreja Católica como cantor, compositor e diretor musical em várias capelas e basílicas de Roma e do Vaticano, incluindo a Capela Sistina e a Basílica de São Pedro, e cujas obras foram consideradas por séculos como o modelo ideal de música polifônica, composta por diversas vozes e/ou instrumentos, executados simultaneamente de forma harmônica.

Além de abordar a obra de Giovanni Palestrina, Clarissa Sodano apresentará um panorama dos gêneros e formas musicais do Renascimento Italiano, assim como seus principais compositores, que, neste período, mostraram maior interesse pela música profana, distanciando-se do pensamento predominante na Idade Média, que prezava a música sacra. Diversas peças passaram a ser escritas exclusivamente para instrumentos, usados agora para solos, e não somente como acompanhamento para as vozes. Mesmo assim, as maiores obras musicais renascentistas foram compostas para a Igreja, como foi o caso das composições de Giovanni Palestrina, o que ampliou, consideravelmente, o repertório de música sacra que se conhece hoje.

Desde 2015, o programa Quartas Italianas apresenta palestras gratuitas de especialistas em arte, história, música, cinema e literatura italiana. Mais de duas mil pessoas já participaram da iniciativa. Nesta edição são apresentados temas essenciais que envolvem a cidade de Roma: história, arquitetura e música.

O ciclo de palestras, uma parceria da Casa Fiat de Cultura, da Fundação Torino Escola Internacional e do Consulado da Itália em Belo Horizonte, é uma realização do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e da Casa Fiat de Cultura, com o apoio da Fiat Chrysler Automóveis (FCA), CNH Industrial Capital, Banco Fidis, Fiat Chrysler Finanças, New Holland Construction, Banco Safra, Verde Urbanismo, Circuito Liberdade, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (Iepha), Governo de Minas e Governo Federal.

Clarissa Sodano

Professora de Música da Fundação Torino Escola Internacional, Clarissa Sodano é formada em Licenciatura em Música pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), e possui formação musical em piano e violoncelo pela mesma Universidade.

Casa Fiat de Cultura

Há 11 anos, a Casa Fiat de Cultura cumpre importante papel na transformação do cenário cultural mineiro, ao apresentar, em Belo Horizonte, mais de 40 importantes exposições, de renomados artistas brasileiros e internacionais. A grande arte de Caravaggio, Chagall, De Chirico, Rodin, Tarsila do Amaral e outros pôde ser apreciada e discutida de forma gratuita ao longo dos anos, por todos os públicos, de todas as idades e classes sociais.

Sempre com mostras inéditas, a instituição, mantida pelas empresas do Grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e CNH Industrial, desenvolve um Programa Educativo que é peça fundamental nesse trabalho de valorização e de ampliação do conhecimento proporcionado a seu público. Para cada exposição, são idealizados conceitos e temáticas a serem trabalhados em atividades educativas, em um modelo de Ateliê Aberto, que proporciona aos visitantes um espaço de experimentação livre e de participação nos processos do fazer criativo.

Mais de 2 milhões de pessoas já visitaram a Casa Fiat de Cultura, que atualmente integra o Circuito Liberdade de Belo Horizonte, e mais de 300 mil pessoas participaram das atividades educativas. Para cada público, uma abordagem especial é adotada, com o intuito de encantar e transformar, de maneira positiva, o imaginário de cada visitante. É com esse espírito de envolvimento e inclusão que a Casa Fiat de Cultura tornou-se referência no Brasil, por meio da arte e da cultura, ao proporcionar experiências memoráveis ao público.

Quartas Italianas na Casa Fiat de Cultura – 6ª edição

Palestra: A música no Renascimento: Palestrina e a Escola Romana

Professora: Clarissa Sodano, professora de Música da Fundação Torino Escola Internacional

Data: 6 de dezembro

Horário: das 19h30 às 21h

 

Local: Espaço Multiuso da Casa Fiat de Cultura

Entrada gratuita, com espaço sujeito à lotação (200 lugares)

Distribuição de senhas a partir das 18h30

 

Casa Fiat de Cultura

Circuito Liberdade

Praça da Liberdade, 10, Funcionários – BH/MG

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h

Informações

(31) 3289-8900

Ver todas as notícias